Síntese da Sessão Ordinária do dia 20 de maio de 2020

por Lindomar Leal publicado 21/05/2020 09h33, última modificação 21/05/2020 09h33
Síntese da Sessão Ordinária do dia 20 de maio de 2020

Foto: Arquivo

A Câmara Municipal de Alta Floresta realizou na manhã de quarta-feira (20.05) a décima sexta Sessão Ordinária do ano. Confira a síntese do pronunciamento dos vereadores.

Vereador Luiz Carlos de Queiroz (MDB) criticou a forma com que a concessionária de água e esgoto, Águas de Alta Floresta, age com a população. Disse que foi convocado por moradores que reclamaram da concessionária por não liberar a ligação de água sem a apresentação da escritura do terreno. Após registrar sua indignação na tribuna, pediu para o presidente da casa marcar uma reunião administrativa com o responsável pela empresa em Alta Floresta. Relatou que a mesma situação de descaso a Energisa age com 18 famílias que moram próximas ao aeroporto municipal e estão sem energia elétrica. Disse que fez uma indicação pedindo para a concessionária ligar a energia dessas famílias. Também sugeriu uma reunião com a juíza Milena Ramos de Lima Souza Paro, diretora do Fórum, para tratar sobre a regularização urbana aprovada pela Câmara Municipal em 2019, mas que segundo ele não está surtindo efeito porque as pessoas estão tendo dificuldades em regularizar seus imóveis junto a prefeitura.

Vereador Mequiel Zacarias Ferreira (PT) cobrou celeridade na licitação para contratação dos caminhões para a molhagem de rua e informou que o departamento de licitação da prefeitura enviou na quarta-feira (20) o processo para a procuradoria jurídica emitir parecer. Cobrou da Secretaria de Infraestrutura prioridade nos serviços de recuperação dos bairros, executando o cronograma nos bairros e setores com mais urgência do serviço. Comentou sobre a indicação que fez ao Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus para elaboração de um mapa de contaminação do município para informar a população quais sãos as regiões do município com casos confirmados, e alertou para a população adotar medidas restritivas. Disse que recebeu muitas reclamações das barreiras sanitárias de pessoas que estão passando aleatoriamente sem serem abordadas. Cobrou eficácia da barreira. Pediu convocação do prefeito e do secretário de saúde para a câmara discutir com os gestores sobre a pandemia no município. 

Vereador Tuti (PSDB) disse que tem acompanhado os trabalhos da secretaria de infraestrutura, mas registrou as dificuldades da pasta por falta de máquinas. Destacou a recuperação dos bairros, a operação tapa-buraco, o patrolamento das estradas rurais e a recuperação de pontes e bueiros. Anunciou que até o final da semana o município deve receber mais dois caminhões novos adquiridos com recursos do pré-sal. Também informou que será adquirido mais um caminhão com recurso federal e agradeceu ao deputado federal Nelson Barbudo por destinar R$ 320 mil para comprar uma retroescavadeira de pneu, atendendo um pedido seu e do prefeito. Comentou sobre a licitação do dia 27 de maio para compra de uma motoniveladora através de uma ação conjunta dos deputados Nininho e Neri Geller. Disse que tem recebido reclamações da qualidade da madeira fornecida para recuperação de pontes. Por este motivo disse que fará um ofício cobrando o secretário de infraestrutura para notificar a empresa para fornecer madeira de qualidade.

Vereadores Dr. Charles (MDB) confirmou o décimo caso de Covid-19 no município após participar de uma reunião do Comitê de Enfrentamento como representante do Poder Legislativo, e disse que a partir de agora o município de Alta Floresta passa a ser visto pelo Governo do Estado como município com transmissão comunitária. Disse que a preocupação deve ser redobrada, e relatou com preocupação o relaxamento de uma parcela da população que insiste em não cumprir as determinações dos decretos estaduais e municipais, com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. Cobrou melhores condições de segurança para os servidores públicos que estão na linha de frente no combate a pandemia e informou que os vereadores vão encaminhar um ofício pedindo para as instituições de segurança fazerem segurança nas barreiras sanitárias, como forma de proteger os servidores.

Vereadora Elisa Gomes Machado (PDT) comentou sobre a indicação sobre a solicitação do adicional de periculosidade para os agentes de trânsito, citando a luta antiga de seis anos da categoria. Defendeu uma segurança maior para os profissionais que estão trabalhando nas barreiras sanitárias, principalmente a necessidade de equipamento de segurança.

Vereador Demilson Nunes Siqueira (PSDB) parabenizou Alta Floresta pelos 44 anos e agradeceu o secretário de infraestrutura, Eloi Luiz de Almeida, pela construção de uma ponte e pela recuperação da vicinal do Ramal do Mogno. Também parabenizou diretor de trânsito, transporte e segurança, Messias Araújo, pela revitalização da sinalização de transito.

Vereador José Aparecido dos Santos (MDB) destacou o aniversário dos 44 anos de Alta Floresta citando a superação dos momentos de altos e baixos do município, como as crises do ouro e da madeira. Disse que Alta Floresta adotou as famílias que vieram em busca de oportunidades de trabalho e saberá lidar com a pandemia do novo coronavírus, mas alertou para os cuidados. Cobrou fiscalização da vigilância sanitária para que as empresas cumpram com as medidas e parabenizou os profissionais que estão trabalhando nas barreiras sanitárias.

Vereador Marcos Roberto Menin (MDB) parabenizou e agradeceu o deputado Dilmar Dal Bosco por destinar uma viatura para Polícia Militar de Alta Floresta. Demonstrou muita preocupação com a pandemia do novo coronavírus e disse que acredita no surgimento de muitos outros casos no município principalmente porque tem muitas pessoas brincando com a pandemia. Disse que vai continuar lutando para a liberação de uma emenda, com o deputado Juarez Costa, para asfaltar o bairro São José Operário.

Vereador Silvino Carlos Pires Pereira (PDT) cobrou ação da Câmara Municipal para que parte dos quase R$ 15 milhões que o município irá receber em 4 parcelas do Governo Federal seja destinado para a compra de maquinário e melhorias nas unidades de saúde. Reclamou da falta de recuperação da vicinal segunda norte.

Presidente Emerson Machado (MDB) disse que o município está comprando mais máquinas e destacou a aquisição de dois caminhões, uma patrol e um retroescavadeira, com emendas parlamentares. Defendeu que os vereadores devem buscar alternativas para solucionar os problemas, como emendas parlamentares junto aos deputados estaduais e federais e senadores. Explicou que as emendas da câmara em projetos de suplementação pedido pela prefeitura, destinando recursos para asfalto ou outras obras não tem legalidade porque são recursos tarimbados com destinação certa.

LINDOMAR LEAL
Assessoria de Imprensa
Câmara Municipal de Alta Floresta, sempre ao seu lado!