Resumo da Sessão Ordinária de terça-feira, 16/08

por lleal — publicado 16/08/2017 12h45, última modificação 16/08/2017 12h45

15-08-2017

SÍNTESE DA SESSÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA 15/08/2017

Vereadora Aparecida Scatambuli Sicuto (PSDB) agradeceu ao deputado federal Nilson Leitão (PSDB) pela emenda no valor de R$ 500.000,00, para a compra de duas patrulhas mecanizadas. Segundo a vereadora uma patrulha ficará para o Executivo Municipal e a outra para o Sindicato Rural.

Charles Miranda (PSD) falou da sua preocupação com a falta de certidões do município e foi categórico ao afirmar que se a Prefeitura não ajustar as certidões não tem como vir emendas para o município. “O município não pode perder repasses por falta de documentação”, reclamou Charles.

Vereador Mequiel Zacaria Ferreira (PT) falou sobre a importância dos vereadores se reunir com o Executivo Municipal para discutir e se aprofundar mais referente as peças orçamentárias, que são votadas anualmente pelo Legislativo. Segundo Mequiel é importante esse diálogo.

Vereador Marcos Menin (DEM), ao fazer uso da tribuna, parabenizou a festa que aconteceu na Igreja Luterana, no último final de semana, em homenagem ao Dia dos Pais. Menin ressaltou também o sucesso que foi o IV Festival Gastronômico Sabores da Terra, evento organizado pela Associação da Gastronomia de Alta Floresta (AGAF), com apoio do Sebrae, da prefeitura e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e da Diretoria de Cultura.

Elisa Gomes (PDT) parabenizou a atuação do Ministério Público diante da atual situação em que o município se encontra.

Líder do Prefeito na Casa de Leis, Vereador Mendonça (PSC), falou sobre os trabalhos da Secretaria de Infraestrutura e informou que irá apresentar semanalmente relatórios sobre o trabalho de cada secretaria. Na sessão desta terça-feira (15), Mendonça apresentou o relatório do primeiro semestre 2017 da Secretaria de Infraestrutura e parabenizou a equipe.

Vereador Tuti (PSDB), ao fazer uso da tribuna, falou que o papel do vereador é fiscalizar e que não pode ser visto como adversário quando aponta alguma irregularidade, “pois é preciso fiscalizar só assim estaremos ajudando Alta Floresta”.

Demilson Brilho Jóias (PSDB) falou sobre a reunião com a secretária de Educação Maria Iunar de Freitas Portão, que aconteceu na última segunda-feira (14), envolvendo Ministério Público, vereadores e o dono da empresa Reobot que presta serviço de transporte escolar. Para o vereador foi uma reunião bastante esclarecedora.

Vereador Elói Crestani (PMDB) disse que esteve na última semana visitando postos de saúde nas comunidades Pista do Cabeça, Ourolândia e São Mateus. Elói afirmou que o atual Secretário de Saúde, Adônis Pacheco Sampaio não conhece as necessidades daquela região e que a precariedade nos postos de saúde é fato. Elói afirmou ainda que vai fazer um raio X na saúde do município.

Luiz Carlos de Queiroz (PMDB) agradeceu o presidente Emerson Machado por ter atendido um pedido seu, feito na última sessão, para que se façam reuniões semanalmente com cada secretaria. Destacou ainda o quanto foi esclarecedora a reunião com a Secretária de Educação Maria Iunar, para esclarecer situações urgentes. Luiz Carlos sugeriu que aconteçam duas reuniões semanalmente com o secretariado municipal e solicitou que o presidente marque, para a próxima semana, uma reunião com a equipe de finanças do Executivo Municipal.

Dida Pires (PPS) parabenizou a atuação do Ministério Público na pessoa do promotor de Justiça Daniel Carvalho Mariano. “Enquanto fiscalizadores da máquina pública só podemos agradecer”, disse. Diante das tais denúncias que envolvem empresas que ganharam licitações, Dida Pires foi taxativo: “ser empresário e participar de um processo licitatório não é crime, mas que se faça um preço justo”.

Presidente da casa, vereador Emerson Sais Machado (PMDB), ao fazer uso da tribuna cobrou do prefeito Asiel Bezerra planejamento e que o chefe do executivo municipal estabeleça metas.  Afirmou ainda que os secretários serão convocados para prestar esclarecimentos no legislativo municipal. Para o presidente, o chefe do executivo tem que levantar da cadeira, sacudir a poeira e cobrar resultado dos secretários. “A população quer ouvir o prefeito e ele tem que falar”, cobrou. Emerson encerrou seu fala agradecendo a presença de todos.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.